(43) 3325-5005

Data Selecionada: 05/06/2019

COMO UMA BOA ORIENTAÇÃO JURIDICA PODE SE TORNAR UM ATIVO PARA O SEU NEGÓCIO


Já falamos nesse post[1] sobre a importância de ter sempre uma ampla perspectiva jurídica
sobre os negócios que você faz para estar a par de todas as consequências relacionadas à sua empresa e finanças pessoais.

Analisar as implicações jurídicas do seu negócio é mais do que prevenir problemas administrativos ou judiciais: é uma maneira de garantir que você está no caminho mais lucrativo e estável possível.

Por isso, o trabalho do advogado deve ir além do mero acompanhamento de ações administrativas e judiciais. É ideal que o profissional seja um importante agente na tomada de decisões. Para isso, é imprescindível que ele compreenda o cenário econômico e ofereça soluções compatíveis com o negócio.

Nesse post vamos falar porque uma boa consultoria jurídica pode se tornar um ativo para seu negócio.

MAIS DO QUE PROCESSOS JUDICIAIS E CONTRATOS

Ter um departamento jurídico ou um advogado que somente atua nos processos judiciais ou na análise de contratos é simplificar a complexidade do seu negócio.

A advocacia que atua na estruturação jurídica de negócios oferece várias ferramentas para evitar ao máximo os prejuízos de tempo e dinheiro com intermináveis processos administrativos e judiciais.

Prever problemas e buscar as melhores soluções jurídicas para os caminhos que pretende seguir é tão importante quanto preocupar-se com o balanço anual da sua empresa ou com a lucratividade da sua atividade. Esse deve ser um hábito de todo empresário que busca o sucesso e a perenidade de seu negócio.

Nesse sentido, um dos planos de atuação na estruturação jurídica de negócios é a avaliação das práticas adotadas pelo cliente para confirmar se estão de acordo tanto com as leis, regulamentos e políticas internas.

É o tão falado compliance que pode e deve ser aplicado a todos os negócios, independentemente de seu tamanho

A partir dessa análise, é possível identificar quais adequações são necessárias e a urgência dessas mudanças. Pode fazer parte da avaliação jurídica todas as relações estabelecidas, as obrigações contratuais e avaliação do nível governança corporativa aplicado ao negócio.

Por exemplo: o profissional habilitado para atuar na estruturação jurídica de negócios pode avaliar se os contratos e a relação com os prestadores de serviço não representam nenhum risco de caracterização de vínculo trabalhista ou mesmo identificar e evitar prejuízos na própria atividade na empresa por não prever obrigações contratuais na hipótese de má execução do serviço.

Uma situação também muito comum é empresa com carga tributária acima do valor efetivamente devido. Seja porque houve uma apuração incorreta ou deixou-se de aproveitar créditos tributários. Uma análise jurídica da apuração tributária pode detectar esse desperdício e dar retorno financeiro praticamente imediato.

Outro caso seria analisar o modo de distribuição de lucros entre os sócios, como a forma, prazo e condições de pagamento, para fazer cumprir o Contrato Social e evitar problemas entre os próprios sócios.

A atuação do jurídico pode também ser mais ativa, com o desenvolvimento de controles internos e realização de treinamentos que garantirão que o negócio permanecerá em conformidade com todas as regras a que se sujeita e por mais tempo.

NEGÓCIOS DINÂMICOS E SEGUROS

O dinamismo constitui o motor de sucesso na busca por lucros e pela redução dos custos de todo negócio. Obter uma opinião profissional de todos os arranjos pelos quais você ou sua empresa estrutura suas atividades deve ser preocupação constante, na medida em que este garante segurança e previsibilidade.

Atuar dentro da legislação e da regulação, seguir as melhores práticas e contar com profissionais, sistemas e recursos de excelência são pontos a considerar e que muito ajudarão nos seus negócios.

[1] Clique aqui para acessar o post.

Compartilhe:

01