(43) 3325-5005

Data Selecionada: 04/02/2020

Redução da carga tributária na área da saúde

A análise da carga tributária das empresas do ramo de serviços médicos tem suas peculiaridades, que podem implicar significativamente no montante de tributos a recolher.

Algumas empresas prestadoras de serviços relacionados à saúde, tais como serviços hospitalares, de auxílio diagnóstico, entre outros elencados na legislação, e desde que optantes do regime tributário do lucro presumido, têm direito a uma alíquota 75% menor a título de imposto de renda.

Antes esse benefício era concedido somente aos hospitais e levava em conta a necessidade de se implantar e manter estruturas onerosas por parte desses estabelecimentos.

Todavia, esse entendimento foi ampliado, passando-se a considerar o caráter de relevância social dos serviços de saúde. A partir de então, outros estabelecimentos como clínicas e laboratórios médicos passaram a fazer jus ao benefício tributário.

Ou seja, desde a normatização do benefício, muitos outros serviços foram abrangidos, por isso é tão importante a empresa se informar sobre a possibilidade de economia tributária e manter um planejamento tributário atualizado.

Além disso, as empresas do setor de saúde estão constantemente investindo em tecnologia para a melhoria dos serviços prestados e por isso devem estar atentas na busca de possíveis economias, já que a legislação brasileira proporciona benefícios fiscais para investimento em tecnologia.

Se, por exemplo, um hospital ou clínica pretende inovar sua forma de atendimento médico e passar a utilizar a telemedicina em seus serviços, todo o investimento em inovação tecnológica que tornará essa forma de atendimento viável poderá estar sujeito a benefícios fiscais, por isso é tão importante um estudo permanente sobre as possibilidades de economia tributária nas empresas da área da saúde.

Lembre-se de que qualquer que seja o caminho que você queira seguir para a economia tributária, este deverá ser bem orientado por profissionais para que sua estratégia não tenha surpresas desagradáveis e prejuízos ainda maiores.

Compartilhe:

01